É comum ter algum problema no veículo e logo o proprietário querer consertar em casa. O fato é, algumas peças e manutenções pode sim fazer em casa, mas nem sempre, pois se fizer algo errado, os gastos poderão ser maiores.

Por isso, separamos para os leitores da RodCerto alguns componentes em que o próprio motorista pode ficar de olho e fazer em casa sem nenhum risco e o que não pode.

Confira!

O que pode ser feito em casa?

Nem sempre é viável para o próprio condutor levar seu veículo a uma oficina, o tempo de espera e até mesmo se for um trabalho mais simples, uma mão de obra qualificada pode lhe causar custos mais caros do que se ele mesmo fizer.

É o caso da troca do óleo do motor, filtro de óleo, luz de freio e a limpeza do ar-condicionado são alguns exemplos de reparos que você pode fazer sem maiores problemas, claro, se você não souber o que está fazendo poderá lhe causar dores de cabeça no futuro.

Portanto, uma dica é sempre conferir o nível de óleo (você mesmo pode fazer) e se não quiser colocar o óleo ou trocar o filtro sem ajuda técnica, procure um profissional qualificado para a tarefa.

Saiba mais sobre a troca de óleo.

Verifique no manual do seu veículo o prazo de validade de cada peça, quando deve ser feito uma revisão e as trocas dos componentes, assim, ficará mais fácil para você ter o controle de seus gastos e pode evitar contratempos desagradáveis.

Quando devo ir a uma oficina?

Se você não sabe o que fazer ou tem dúvidas, não hesite em levar o seu veículo a uma oficina. Outra dica para você não se esquecer de jeito nenhum é: não mexa nos componentes da suspensão, freios, direção e na parte elétrica.

Também tome muito cuidado com componentes elétricos. É possível que um fio mal isolado cause choque, além de danos a vários sistemas do veículo. Um pequeno curto-circuito no módulo da injeção eletrônica, além de um incêndio, pode levar a inutilização do sistema, gerando custos bem altos.

Importante – Se optar por realizar as trocas de algum componente em sua residência, não se esqueça de procurar por peças de boa qualidade e compre de empresas com confiança e conhecidas no mercado. Não se esqueça da regrinha do ditado popular: “o barato sai caro” e quando se trata da segurança da sua família, o ideal é ter total atenção.

Faça revisões periódicas em seu veículo, utiliza o manual do fabricante ou passe na RodCerto a cada seis meses.

Por que escolher a RodCerto? Confira o artigo completo e saiba mais sobre nossa rede. Além disso, você pode acessar nossas redes sociais e ver as declarações de nossos clientes.