A injeção eletrônica é o sistema de alimentação de combustível e gerenciamento eletrônico do motor de um automóvel.  Tomou o lugar do antigo carburador e tem como as principais funções diminuir o consumo de combustível e reduzir a emissão de gases poluentes.

Mas, para o sistema de injeção eletrônica durar o tempo determinado pela montadora do veículo é necessário alguns cuidados.

Confira!

1) Cuidado com o combustível;

Um dos principais fatores que podem contribuir para o mal funcionamento da injeção eletrônica é o combustível adulterado, portanto, abasteça seu veículo com combustível de qualidade.

O consumo excessivo de combustível ou falta de potência do motor pode indicar deficiência no sistema.

2)Atenção a luz do painel;

 No painel da maioria dos veículos existe uma lâmpada de advertência (geralmente um pequeno motor em amarelo) que ao piscar ou permanecer acesa com o motor em funcionamento, indica alguma anomalia.

3) Manutenção preventiva;

A manutenção preventiva do sistema de injeção poderá corrigir a formação de carvão na câmara de combustão, evitando danos ao motor. Além disso, o ideal é conferir no manual do seu veículo o prazo para realizar as revisões, ou levar seu veículo em uma oficia a cada 30.000 km rodados.  

 

4) Atenção as falhas pela manha;

Quando houver dificuldade para fazer o motor funcionar pela manhã ou ele falhar/engasgar, é provável que o sistema necessite de limpeza e/ou de manutenção. Isso também é válido para carros com carburador.

5) Cuidado com o acelerador;

Não pise no acelerador de veículos com injeção para ligar o motor, pois após a partida ele inicia seu funcionamento um pouco mais acelerado e logo volta à aceleração normal.

6) Cuidado com a chupeta; 

Cuidado ao fazer “chupeta” em carro com injeção eletrônica, pois uma sobrecarga ou uma inversão de polaridade dos cabos da bateria pode danificar os componentes eletrônicos. Este não é um procedimento indicado pelas montadoras, por isso o ideal é levar seu veículo a uma oficina de confiança.

7) Não lave o motor;

Não lave o motor com jatos de alta pressão, pois isso pode provocar falhas no funcionamento do veículo e danificar os componentes eletrônicos.

8) Faça manutenção preventiva do sistema a cada 30.000 km.


9) Combustível aditivado;

Os combustíveis aditivados ajudam a manter o conjunto da injeção limpo. Esse tipo de combustível possui detergentes que evitam a formação das chamadas gomas e protege o filtro e as tubulações do veículo.

10) Evite deixar seu carro na reserva;

 Nunca deixe baixar completamente o nível do  combustível do seu veículo.

Ter um veículo é mais do que a facilidade de locomoção, é necessário ter os cuidados ideias, assim como você cuida da sua saúde.

Isso porque ignorar os sinais de alerta do seu veículo pode ser prejudicial, não só para o carro, mas também para você e para aqueles que estão nas vias, pois algo irregular pode provocar acidentes.

Portanto, leve seu veículo pelo menos a cada seis meses em uma oficina de confiança. Fique de olho no manual do seu veículo e saiba qual o prazo ideal para trocar as peças ou levar seu carro para uma revisão preventiva.

Cuidar do seu automóvel é preservar a sua vida.

Conheça a RodCerto, compre peças online e com garantias.